Cose belle

José Saramago contro Silvio Berlusconi

dicembre 7, 2009

Da “O Caderno de Saramago”

Se Cícero ainda vivesse entre vós, italianos, não diria “Até quando, ó Catilina, abusarás da nossa paciência?”, mas sim: “Até quando, ó Berlusconi, atentarás contra a nossa democracia?” Disso se trata. Com a sua peculiaríssima ideia sobre a razão de ser e o significado da instituição democrática, Berlusconi transformou em poucos anos a Itália numa sombra grotesca de país e uma grande parte dos italianos numa multidão de títeres que o seguem de rastos sem se aperceberem de que caminham para o abismo da demissão cívica definitiva, para o descrédito internacional, para a irrisão absoluta.

Com a sua história, a sua cultura, a sua inegável grandeza, Itália não merece o destino que Berlusconi lhe traçou com criminosa frieza e sem o menor vestígio de pudor político, sem o mais elementar sentimento de vergonha própria. Quero pensar que a gigantesca manifestação contra a “coisa” Berlusconi, na qual estas palavras irão ser lidas, se converterá no primeiro passo para a libertação e a regeneração de Itália. Para isso não são necessárias armas, bastam os votos. Ponho em vós toda a minha esperança.

Per la traduzione rivolgersi a uno degli ex Erasmus frequentatori di questo blog!

You Might Also Like

6 Comments

  • Reply Mercoledì dicembre 8, 2009 at 9:24 pm

    Mitica!

  • Reply marco dicembre 9, 2009 at 6:22 pm

    però se ci pensi fa quasi tenerezza saramago: ripone in noi tutta la sua speranza… sta fresco! anzi, noi stiamo freschi! tristeza

    ps al barone non rispondo perchè con i viola non ci parlo 😛

  • Reply Mercoledì dicembre 9, 2009 at 9:54 pm

    Marco davvero, se spera in noi deve campare ancora un bel po’!
    Te e il barone avete cominciato una lotta telematica?!

  • Reply marco dicembre 9, 2009 at 11:15 pm

    mah, hai cominciato lui! se ci fosse la menina si chiederebbe “ma che gli ho fatto?”

  • Reply DanieLa dicembre 11, 2009 at 11:52 am

    Ma io che c’entro?? E he v’ho fatto??? :O

  • Leave a Reply